Comida Curativa #1 Muffins de Mirtilo

IMG_6405
Mirtilos ou blueberries, cheios de polifenóis anticancerígenos e antioxidantes Foto Beatriz Ramos

Hoje vim aqui tratar de um tema chato, porém meu lado de encará-lo é tentando contribuir para trazer um pouco de conforto para aqueles sofrem.  O câncer. Viu? Muito chato mesmo. Ultra mega blaster soturno. Você deve estar pensando: coitada, endoidou, mesmo. Tá pegando pesado. Não quero nem continuar lendo. Mas não pare de ler. Fique. Dê mais uma chance ao meu humilde textinho. Porque eu vejo muitas, muitas luzes no fim deste túnel.

Posso te garantir que não vou ficar aqui enchendo com números, estudos, lamúrias ou visões preconceituosas. Como não sou da área médica, eu busco entender um pouco através de pesquisas sérias de médicos e hospitais conceituados.  Mas, de fato meu objetivo principal é trazer um pouco de alívio, pro corpo e pra alma. A vida me traz notícias tristes. Mas eu faço destas amarguras, bolinhos.

IMG_6406

IMG_6407
Fotos Beatriz Ramos

Esta busca começou quando num dia escutei a seguinte frase: “Todo mundo tem um câncer dentro do seu corpo. Tudo é uma questão de monitorá-lo ou enfrentá-lo, se ele se manifestar ou começar a progredir com rapidez”. Vixe!!! Como assim?!!!!! Oi? Que que é isso, “gentchi”? Fiquei desnorteada. Meu chão abriu. Literalmente. Carregamos uma bomba relógio?  Como evitar?

Bem, passado este processo de “choque”,  susto e tristeza profunda, a minha “criatura” que não se cala com uma simples frase de efeito foi lá correr atrás de estudos. Pelas mãos de uma amiga querida, encontrei um lindo livro que hoje posso dizer que é um dos meus livros de cabeceira, no que diz respeito ao assunto. “Anticâncer”, do Dr. David Servan-Schreiber, da Editora Fontanar. O livro com sua capa mesmo indica em primeiro lugar é o relato de um médico que lutou contra a doença e inventou uma nova maneira de viver, substituindo hábitos, comportamentais e alimentares.

Aí, vai vir um daqueles “espíritos de porco” e vai dizer: como ela, que nem é médica ou nutricionista, vai indicar um livro cheio de baboseiras de um cara que até morreu? Bem, ele morreu mesmo. Admito. O câncer o derrotou, mas isto não quer dizer que seus estudos possam ser jogados fora. É tipo de coisa que se não cura, ajuda. E tudo o que ajuda é bem vindo num tratamento “devastador” como este.

E pensando em tudo que o Dr. David escreveu neste livro e as suas recomendações de substituição. Evitar farinha de trigo branca refinada, evitar açúcar refinado, buscar uso de orgânicos etc. Eu comecei a fazer uma seleção de receitinhas de conforto para aquelas pessoas queridas que eu vejo sofrer. Coisas simples, pequenas substituições, que mesmo que você não esteja doente são legais para viver uma vida mais simples e saudável, mas com um visual lindo e muito sabor. Isto não quer dizer que eu não possa nunca mais comer ou dar receitas daquelas coisas da listinha “negra” do Dr. David. Não! Não me julguem, nem me limitem. Eu só quero ajudar, como já falei.

Enfim, por outro lado, se você tem um câncer que se manifesta neste momento ou se já enfretou um: o que eu posso dizer? Primeiro, meus parabéns você esta vivo! Você merece celebrar e ser feliz. Meu abraço e meu carinho. Te dedico cada uma das receitas que se seguiram a esta. Agora, não sou pretensiosa, não. Como já disse, aqui eu proponho sugestões de conforto, que partem da comida e do visual que ela proporciona. Não substitua a opinião do seu médico ou profissional de saúde, por nenhuma proposta charlatã ou oportunista. Siga o tratamento prescrito. Discuta com ele se você pode ou não seguir comportamentos e dietas que te sugerirem. Mas, aproveite a sua vida. Porque ela deve e pode ser vivida e comemorada todos os dias.

Na receitinha de hoje eu vou usar mirtilos (mesma coisa que blueberries) que estão top do ranking de alimentos com maior índice de antioxidantes e antiiflamatórios, apontados com um dos alimentos que ajudam no combate ao crescimento de células cancerígenas. Não vou usar a farinha de trigo refinada, vou substitui-la por farinha de amêndoas. Vou substituir também o uso da lactose por óleo de coco e o açúcar refinado por açúcar mascavo orgânico. Se não ajudar, não vai atrapalhar. É uma opção para o café da manhã ou para o lanche da tarde.

Vamos lá passar a receita. Força, foco e fé. Aproveite. Viva la vida!

IMG_6337

IMG_6359

IMG_6348

Muffins de Mirtilo
Rendimento: 12 unidades     |     Tempo de preparo: 40 minutos
INGREDIENTES
  • 100 ml de óleo de coco orgânico
  • 3/4 de xícara de açúcar mascavo orgânico
  • 4 ovos
  • 2 xícaras de farinha de amêndoas
  • 1/2 xícara de farinha de arroz
  • 1 colher de chá de fermento em pó
  • 2 xícaras de mirtilos (preferencialmente orgânicos)
MODO DE PREPARO
  1. Bata o açúcar e o óleo de coco até obter uma pasta homogênea.
  2. Acrescente os ovos inteiros, um a um. Bata mais dois minutos.
  3. Acrescente as farinhas e o pó royal. Bata até obter uma massa homogênea por cerca de mais 3 minutos.
  4. Acrescente delicadamente os mirtilos mexendo a massa com uma espátula.
  5. Disponha a massa nas formas para cupcakes com a ajuda de uma colher.
  6. Asse em forno preaquecido a 180˚C por 25 minutos ou até os cupcakes ficarem crescidos e dourados.
  7. Enfeite com mirtilos e raspas de limão siciliano ou farinha de amêndoas (como na foto)

Receita de Leticia Amaral
Visite ateliervelovert.com.br para mais receitas

Compartilhe:
Share on FacebookTweet about this on TwitterPin on PinterestEmail this to someone

Comentários

comentários